Central de Atendimento (67) 3226-1307   (67) 9132-8713

Produtividade e melhora no desempenho profissional são alguns dos principais benefícios que a Ginástica Laboral traz para as empresas de pequeno, médio ou grande porte, desenvolvidos através de programas personalizados de atividade física motivacional, formatados de acordo com o perfil de cada empresa.

Diretora

Renata Coelho

Fisioterapeuta, especialista em Fisioterapia do Trabalho e Ergonomia.

CREFITO / 31806–F

Bacharel em Fisioterapia - MS/1999

Pós–Graduação em Fisioterapia do Trabalho e Ergonomia - CTBA/2002-2003

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Relação de Cidades onde Atuamos

Região Centro-Oeste:

Cuiabá (MT)
Campo Grande (MS)
Corumbá (MS)

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Central de Atendimento

(67) 3226-1307   (67) 9132-8713

Atendimento de 2ª a 6ª no horário comercial

Prevenção Laboral e Motivação
na sua Empresa

  • Cinesioterapia / Ginástica Laboral
  • Análise Ergonômica / Laudo Ergonômico
  • Orientação Postural nos Postos de Trabalho (Blitz Postural)
  • Palestras na Área de Saúde Ocupacional
  • Ambulatório Fisioterápico na Empresa
  • Condicionamento Físico na Empresa
  • SIPAT e Semana da Saúde
  • Quick Massage


Metodologia

Visa o levantamento da problemática dos postos de trabalho através de tomada de medidas, questionários e observações gerais, como mobiliário, layout, etc.

Utiliza-se normalmente também dados coletados junto ao R.H. e serviço médico do índice e casuística dos afastamentos, faltas e queixas dos funcionários.

O trabalho será avaliado pela Fisioterapeuta responsável através de relatório, onde constará dificuldades encontradas para a realização do trabalho, índices de aproveitamento do trabalho, adesão já alcançada, melhorias conquistadas e questionário aplicado aos funcionários onde constarão possíveis queixas referentes a dores, desconforto muscular, dificuldade de concentração, dificuldade para dormir, sensação de cansaço, etc, bem como avaliará a questão do absenteísmo e produtividade.


Em 1960 o Japão já tinha como resultados da prática de Ginástica Laboral:

  • Diminuição dos acidentes de trabalho
  • Aumento da produtividade
  • Melhora do bem-estar geral

Estudos divulgados pelo Ministério da Saúde sobre ginástica laboral mostram que:

  • O aumento de produtividade pode chegar a 5%
  • Há redução dos acidentes de trabalho em até 25%
  • Há diminuição das faltas ao trabalho em até 20%
  • O aumento da produtividade se dá principalmente pela maior disposição do funcionário e pela redução da fadiga, propiciado pela atividade física

" Companhias gastam milhões de dólares por ano na manutenção preventiva de suas máquinas. Não vemos razão para não fazermos o mesmo com nossos colaboradores".

Peter Thigpen - Presidente da Levi Strauss USA